Por que a presença de Meghan Markle em Trooping the Color esta manhã é tão significativa

Herança

Essa primeira aparição pública da duquesa de Sussex desde que deu à luz o bebê Archie há menos de cinco semanas cimenta a importância de Trooping the Color como um evento importante no calendário da família real.

Meghan está dando um tempo nos deveres oficiais após o nascimento do filho, mas se juntou ao marido e a outros membros da realeza para homenagear a rainha de 93 anos em seu desfile anual anual de aniversário. É a primeira vez que ela é vista desde que posa para imagens dois dias após o nascimento de Archie.



O desfile é acompanhado de muita pompa e pompa - cerca de 1.400 soldados, 400 músicos e quase 300 cavalos vão participar - mas, no fundo, é um assunto de família. A presença de Meghan indica que ela claramente queria muito estar lá, e que ela e Harry sentiram que isso era algo que eles poderiam fazer funcionar nesta fase inicial da vida de seus bebês.



Meghan e Harry posam com o bebê Archie, apresentando o recém-nascido ao mundo.
WPA PoolGetty Imagens

Não há notícias da família real sobre quem está cuidando do pequeno Archie e não foi confirmado o que, se houver, ajuda os Sussex atualmente recebendo com assistência infantil. No entanto, se eles trouxeram o filho ao Palácio de Buckingham, isso significa que ele poderia encontrar seus primos pela primeira vez enquanto o desfile acontecia.

Dito isto, ao contrário de alguns de seus primos mais velhos, não se espera que Archie faça uma aparição na varanda com a família para assistir ao espetacular sobrevoo do Red Arrows da Royal Air Force.

É claro que o fato de a participação de Meghan em um evento público ocorrer apenas alguns dias após a Visita Estatal do Presidente Trump, da qual ela não participou, levará inevitavelmente alguns a questionar se ela também poderia ter se juntado à realeza em eventos durante sua visita. viagem. No entanto, uma fonte real indicou que a duquesa 'ainda está em licença de maternidade e ficará pelo resto do verão' acrescentando que Trooping The Color é um 'momento de família'. De fato, há um argumento a ser observado: comparecer a um evento com membros de sua família é um pouco diferente de retomar o peso dos deveres diplomáticos oficiais.

A duquesa de Cambridge fez sua primeira aparição após o nascimento da princesa Charlotte em 2015 no Trooping the Color. O evento anual também teria sido sua primeira aparição pública após o príncipe Louis. O nascimento em 2018 não ocorreu porque ela foi vista no casamento de Harry e Meghan em maio.



A rainha participa do desfile Trooping the Color a cavalo em 1983.
Imagens de Tim Graham

Não é preciso dizer que a rainha nunca perdeu um desfile durante todo o seu reinado - embora todo o evento tenha sido cancelado em 1955 devido a uma greve ferroviária. Ela participou da cerimônia a cavalo até 1987, quando chegou de carruagem pela primeira vez.

A tropa também é uma das raras ocasiões em que as crianças da realeza costumam comparecer mais cedo do que outras saídas públicas da família. Enquanto Archie ainda é jovem demais em apenas cinco semanas, George e Charlotte apareceram na varanda do palácio durante Trooping pela primeira vez antes dos dois anos de idade, seguindo os passos de William, Harry e Príncipe Charles, que tinham idades semelhantes.

Compare isso com, por exemplo, aparecer na igreja de Sandringham na manhã de Natal, onde o príncipe George, de cinco anos, ainda não foi visto publicamente. Trooping the Color marcou o aniversário oficial do soberano britânico por mais de 260 anos. Foi realizada em junho desde o reinado do rei Eduardo VII, bisavô da rainha. Seu aniversário era em novembro, mas ele mudou o desfile para junho para aproveitar o clima mais agradável.